Pular para o conteúdo
Início » 10 curiosidades sobre a Itália que você ainda não sabe

10 curiosidades sobre a Itália que você ainda não sabe

Com território de aproximadamente 301.338 km², a Itália é o quinto país mais populoso da Europa. A região, habitada a cerca de 200 mil anos, foi durante séculos o centro do Império Romano, e o berço da civilização etrusca, das repúblicas marítimas e do Renascimento.

Publicidade

Na antiguidade, a Itália foi o lar de vários povos que contribuíram para a formação da cultura local, como os ligures, vênetos, celtas, latinos, etruscos, samnitas, sardos, gregos, germânicos, normandos, entre outros.

A mitologia narra a famosa fundação de Roma, onde os irmãos Rômulo e Remo, jogados no Rio Tibre, chegam as margens do Monte Palatino, onde uma loba os encontra e amamenta. Já adultos, os irmãos entram em divergência sobre a fundação e governo da nova cidade que decidem construir, e Rômulo mata Remo.

toscana
Toscana – Itália – Foto fonte Pixabay

Na idade média, a porção central da Itália era parte do Sacro Império Romano-Germânico. Durante a peste bubônica perdeu cerca de um terço de sua população. Em meados do século XIV, a Itália, mais precisamente em Florença, foi sede de transformações culturais, econômicas, sociais, políticas e religiosas que culminariam no Renascimento.

Publicidade

Em 1871 a Itália se tornou o Estado unitário que conhecemos. No século XX, entre 1922 e 1943, o país viveu sob a ditadura do regime fascista de Benito Mussolini, tornando-se uma república apenas em 1946.

Localizada na porção sul da Europa, a Itália é formada pela península itálica e uma série de ilhas. Banhada pelo mar Mediterrâneo, Tirreno, Jônico e Adriático, o clima no território se divide em subtropical úmido, continental, oceânico úmido e mediterrâneo.

Confira a seguir 10 curiosidades sobre a Itália que você não sabia.

1) Ilha de Poveglia

A ilha de Poveglia em Veneza é cercada de mistérios e histórias de fantasmas. Dona de uma natureza exuberante, a ilha foi palco de disputas territoriais por venezianos e genoveses.

Serviu como centro de quarentena aos navios que abrigavam tripulantes com doenças infecciosas, além de boatos sobre a condução de experimentos com doentes mentais, inclusive lobotomia. As lendas sobre a ilha, ainda contam que esses pacientes eram assombrados por fantasmas. Por todas essas razões Poveglia não é aberta para visitação.

Publicidade

2) A Itália é o segundo maior produtor de vinhos do mundo

Com mais de 4.000 anos de história na produção vinícola, a Itália ocupa o segundo lugar como maior produtor de vinhos do mundo, ficando atrás da França. O país tem a maior diversidade do produto no mundo e produz vinho nas 20 regiões do território, apesar de os mais famosos serem da Toscana, Vêneto, Puglia e Piemonte.

3) A Itália possui a república mais antiga do mundo

A república mais antiga do mundo foi fundada em 301 d.C. e fica na Itália, trata-se do pequeno país chamado San Marino. Com 61 km², possui uma população de cerca de 30 mil habitantes e com relação ao tamanho, é o terceiro menor estado da Europa, ficando atrás do Vaticano e Mônaco.

4) Milão é a quarta capital da moda mundial

Milão é a quarta capital mundial da moda e sedia uma das fashion-week mais famosa do mundo desde 1958, onde são apresentadas as tendências da próxima estação. A Itália é o lar de cinco renomadas marcas: Armani, Versace, Gucci, Prada e Valentino.

5) A eterna sombra da cidade de Viganella

Um espelho gigante foi instalado para refletir os raios do sol na pequena cidade de Viganella, província do Piemonte, já que todos os anos durante os meses de novembro a fevereiro, a luz do sol não chega ao local por conta das grandes montanhas que a cercam.

Imagem: Ossolanews.it

6) A universidade mais antiga

Fundada em 1088, a Itália abriga a mais antiga universidade do país e do mundo ocidental, a Università Di Bologna. Hoje com cinco campus, 11 escolas, 32 departamentos e 12 centros de pesquisa. Oferece ainda 72 programas acadêmicos internacionais, onde 47 são dados na língua inglesa.

7) Vulcões

A Itália tem o maior número de vulcões da Europa e o segundo mais ativo do mundo, o Monte Etna, na Sicília. Além de ter a maior quantidade de praias do continente, com uma costa litorânea que se estende por mais de 7.400 quilômetros e 27 parques marinhos.

8) A origem do sorvete

O sorvete foi apresentado ao mundo pela Itália, assim como o café e a torta de frutas. Uma receita semelhante ao que chamamos hoje de sorvete foi, possivelmente, trazida por Marco Polo do Oriente.

Mudanças foram implementadas até ser transformado no que conhecemos atualmente. Porém, as origens do doce remontam a antes de Cristo. O próprio César apreciava a mistura de neve com frutas e sucos, e Alexandre, o Grande, também unia neve com mel e néctar.

9) Galileu Galilei

O Museu Galileu, em Florença, apresenta aos visitantes um acervo no mínimo curioso e peculiar. Em exposição está o dedo médio, o dedão e os dentes do famoso físico, matemático, astrônomo e filósofo italiano Galileu Galilei. Os restos mortais foram encontrados acidentalmente por um colecionador de artes.

10) Vaticano

O Estado da Cidade do Vaticano é o menor país do mundo com uma população total de mil habitantes, aproximadamente. O território, de menos de um quilômetro quadrado, é cercado por muros e os portões que dão acesso à cidade-estado podem ser fechados à noite.

Dona de uma rica história e fascinante cultura, a Itália foi e ainda é um imenso centro artístico e cultural, berço de nomes como Ovídio, Virgílio, Galileu Galilei, Leonardo da Vinci, Dante Alighieri, Grazia Deledda, Luciano Pavarotti, entre tantos outros. O conteúdo que abordamos nesse artigo é uma gota perto de sua imensidão.

Não à toa, a Itália é o quinto país mais procurado pelos turistas no mundo.

Possui o maior número de Patrimônios Mundiais da UNESCO, 53 ao total, como a Basílica de São Francisco de Assis, o Jardim Botânico de Pádua, o Castelo Del Monte em Andria e a Costa Amalfitana.

E para finalizar as curiosidades que você não sabia sobre a Itália, em 1968, Giorgio Rosa, um engenheiro italiano, construiu uma plataforma a 11 quilômetros da costa de Rimini, e a autoproclamou uma nação independente, chamada Ilha das Rosas. Você pode conferir como isso aconteceu e os desfechos da história no filme “A Incrível História da Ilha das Rosas”.

Se você achou este post interessante, clique aqui e conheça os 4 vulcões mais ativos da Itália.