Pular para o conteúdo
Início » 3 dicas essenciais para viajar pela Itália – carro ou trem

3 dicas essenciais para viajar pela Itália – carro ou trem

tram milao

Vai viajar pela Itália de carro ou de trem?

Publicidade

Aqui você vai ter dicas super importantes que vão te tirar do perrengue na hora de se locomover pela Itália, como, por exemplo, comprar um ticket de trem, ou alugar um carro. 

Com estas super dicas você já vem para a Itália sabendo como fazer e economizará tempo.

Dicas viajar de trem pela Itália
Fonte Pixabay

DICA 01 - COMO COMPRAR TICKET DE TREM NA ITÁLIA?

A primeira coisa a fazer é planejar o roteiro da sua viagem. Por qual cidade vai chegar, quais cidades vai querer conhecer e por fim, por qual cidade você vai embora.

Publicidade

Feito isso, é hora então de você conhecer as duas empresas que operam os trens na Itália. São elas: TRENITALIA e ITALOTRENO.

As duas empresas tem aplicativos super fáceis de usar. Por eles, você pesquisa preços de passagens, conhece as promoções vigentes e faz a compra do bilhete. 

Falando em promoções, fique de olho, porque sempre tem várias promoções acontecendo simultaneamente, e com certeza uma delas vai encaixar no seu perfil. Existem promoções para quem viaja com a família, com os amigos, descontos para idosos e crianças. 

Suas chances de pegar uma ótima promoção aumentam se a data da sua viagem coincide com alguma data festiva, por exemplo, dia das mães, ou algum feriado nacional. 

Se você comprou seu bilhete via aplicativo não precisa validá-lo, mas se comprou na estação sim. 

Para validá-lo, na estação, procure por uma máquina pequena amarela ou verde (chamdas “slot“) dentro da estação ou na plataforma de embarque (estará escrito Convalida il tuo Biglietto”) e insira ali a sua passagem, aguarde enquanto a máquina imprime um carimbo no próprio bilhete e depois pode retirá-lo. O código e a data serão impressos. 

Caso a máquina não estiver funcionando, o que já nos ocorreu, fique tranquilo e antecipe-se procurando pelo fiscal do trem, explicando o ocorrido. Depois da validação, o bilhete é valido por 4 horas. Por isso é importante validá-lo poco antes do embarque e não antes.

Publicidade

Os bilhetes comprados via internet e impressos em casa, por exemplo, apresentam um código e não é necessário a validação. Mas você deve apresentá-lo ao fiscal de qualquer maneira.

Um site interessante para pesquisar passagens é o The Train Line. Ele faz uma pesquisa comparando os preços das 2 empresas italianas que falamos acima e ainda apresenta opção de passagens de ônibus. O que pode valer muito a pena, dependendo da distância do seu trajeto.

Uma outra dica é: quando comprar os bilhetes, em alguns trens é possível escolher o seu assento, e por um adicional de aproximadamente 4 euros, você compra o assento com mesa.

DICA 02 - COMO FUNCIONA O PEDÁGIO NAS ESTRADAS DA ITÁLIA?

As belas estradas italianas devem sua beleza e ótima manutenção aos pedágios italianos. 

Viajem de carro pela Italia
Estrada italiana - Fonte Pixabay

É possível encontrar dois tipos de estrada na Itália. As estradas estatais chamadas de “SS” (Strade Statali), sendo estas gratuitas, e as chamadas “A”(Autostrade), que são pagas. 

A maioria das vezes os pedágios na Itália funcionam com máquinas automáticas, ou seja, por autoatendimento. Você pagar inserindo notas, moedas ou pode pagar também com cartão. Caso haja qualquer problema, sempre terá a opção de se comunicar com um atendente através de um interfone, acionado por uma botão vermelho, em geral.

Os pedágios nas estradas na Itália funcionam calculando o valor do trecho em que se está viajando. Geralmente você deve pegar o ticket na entrada do trecho e pagar este ticket na saída do mesmo trecho. Este valor já pode vir calculado quando você imprime o bilhete na máquina automática de entrada (autoatendimento), portanto você está pagando por todo o trecho a um valor fixo. 

Se não houver nenhum valor no bilhete emitido, você o pagará somente na saída, pagando apenas a quantidade de quilômetro rodado.

Existem 4 tipos de guichês nas praças de pedágio diferenciado por cores. Ao se aproximar de um, fique atento a qual guichê se dirigir, pois cada um aceita um modo de pagamento.

Placa Branca – com desenho de moedas e notas. Este é para pagar em dinheiro.

Placa Azul – escrito “Carte”. Este é para pagar apenas com cartão de crédito. As bandeiras aceitas, são: Mastercard, VISA, Amex e Diners, além claro das bandeiras européias.

Placa Branca com Símbolo Azul  – este guichê aceita tanto pagamento em dinheiro como cartão.

Placa Amarela – escrito “Telepass” corresponde ao “Sem Parar” do Brasil. Portanto, não é uma opção para os turistas.

DICA 03 - COMO FUNCIONA O COMPARTILHAMENTO DE CARROS NA ITÁLIA?

Atualmente muitas pessoas na Europa estão optando por não ter carro próprio, seja por não precisar mais ir ao local de trabalho todos os dias, maior adesão ao homeworking, seja por economia ou simplesmente por estilo de vida.

Com isso 0 compartilhamento de carros, ou Carsharing como é conhecido por aqui está ganhado o seu espaço. E realmente é muito vantajoso para aqueles que se locomovem a pé, de bicicleta ou com o transporte público.

O projeto deu super certo e a previsão é de que até em 2025 a Europa chegará a 9,8 milhões de usuários europeus.

Os carros ficam espalhados por vários pontos da cidade e apos utilizá-lo você pode deixá-lo em outro ponto sem ser aquele onde você o pegou.

Se você está pensando em vir morar na Itália, o Carsharing é uma excelente opção de praticidade e economia. Porem, para os brasileiros que querem usar este serviço na sua viagem, fiquem atentos as exigências para aprovação do cadastro de cada empresa.

Em geral, as exigências para poder alugar os veículos, é de que você seja maior de 18 anos e tenha sua carteira de motorista pelo menos há 1 ano. 

As carteiras de habilitação estrangeiras pré-aprovadas, em geral,  são aquelas provenientes dos países da União Europeia, Reino Unido e da Suíça mas orientamos você a consultar a empresa escolhida pois cada uma tem a sua exigência e regulamentação.

Se sua carteira de habilitação não pertence a nenhuma destes países acima citados, entre em contato com o serviço de atendimento ao cliente da empresa, que como a empresa ShareNow, por exemplo, promete analisar a sua habilitação e te ajuda a fazer a sua aprovação manualmente, exigindo talvez alguns documentos extras para serem analisados.

Abaixo seguem duas empresas de Carsharing bem conhecidas na Itália:

Enjoyaceita carteiras de habilitação estrangeiras de países provenientes da UE, Reino Unido, Suiça, Russia e EUA.

Share Now – aceita carteiras de habilitação estrangeiras de países provenientes do União Europeia, Reino Unido e Suíça.

Quer conhecer um roteiro perfeito para viajar de carro pela Itália? Conheça aqui 5 rotas do vinho pela Toscana.

2 comentários em “3 dicas essenciais para viajar pela Itália – carro ou trem”

  1. Pingback: Toscana um paraíso na terra - ALLA ITALIANA

  2. Pingback: Os melhores Hostels para se hospedar em Milão, Roma e Veneza com até 27 euros - ALLA ITALIANA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *