Pular para o conteúdo
Início » Se sinta na idade média: venha conhecer Palanzo

Se sinta na idade média: venha conhecer Palanzo

Palanzo

O registro mais antigo de Palanzo foi encontrado em uma carta oficial do Papa Alessandro III, datada do ano de 1162. Antigo, né? Mas é assim que a gente gosta!!!

Publicidade

Hoje, este burgo medieval, juntamente com as vilas de Lemna, Molina e Riva formam o município de Faggeto Lario, província de Como, região Lombardia. Portanto, se seu navegador ficar maluco no meio das montanhas, como o nosso ficou, siga na direção de Fagetto Lario e procure a entrada para Palanzo. Então, é só ir subindo, subindo e subindo…

Palanzo situa-se a 596 metros acima do nível do mar e a 15 km da cidade de Como, sentido Bellagio.   É uma das aldeias mais altas da região e por isso te presenteia com vistas de tirar o fôlego.

Palanzo

Características medievais

Palanzo se mantém intacta às suas características medievais desenhadas por ruelas e casas de pedra, ruínas de um antigo castelo, uma gigantesca prensa do século XVI e antigas igrejas. Para gente foi muito impactante achar este tesouro por estar tão conservado, tão original e tão pitoresco.

Se sentindo na Idade Média

Publicidade

Fomos num domingo depois do almoço, e parecia que a cidade inteira dormia. Bom, se durante a semana os italianos descansam no “dopo pranzo” (depois do almoço), você imagina em plena domingueira? Veio aquela sensação se aquela vila linda era viva mesmo ou era apenas um cenário bem conservado da Idade Média.

Durante a época romana, a região era parte do Império Romano e passou por várias mudanças de dominação ao longo dos séculos. No entanto, Palanzo permaneceu um pequeno assentamento rural ao longo da maior parte de sua história.

Publicidade

A aldeia ganhou destaque durante a Idade Média, quando passou a fazer parte do Ducado de Milão, sob a autoridade da família Visconti. A posição estratégica de Palanzo, com vista para o Lago Como e rodeada por montanhas, fez dela um local defensivo importante. Durante esse período, a aldeia fortificou-se para se proteger de invasões e ataques.

Embora o número de habitantes da vila não sejam expressivos, 336 habitantes aproximadamente, são várias as atividades artesanais e artísticas desenvolvidas no campo das artes, música, pintura e cerâmica.

O Torchio

Em Palanzo existe uma prensa (torchio, em italiano) datada do século XVI e, ainda funcionante, que testemunha a vida agrícola no passado. As dimensões gigantescas da prensa em madeira parece ter sido uma das primeiras coisas a serem construídas por lá, pois as vielas super-estreitas não permitiriam a passagem do tronco por suas vias.

Foto: Associazione Amici del Torchio

Em outubro ocorre a “Sagra Del Torchio”. Uma festa com degustação de vinhos locais, bancas com produtos gastronômicos típicos e músicos tocando pelas vielas de Palanzo. Nestas ocasiões, se pode ver a antiga prensa funcionar e saborear o suco da primeira prensa das uvas.

No site: https://torchiodipalanzo.org/ você pode conhecer melhor sobre o “torchio” e as festas que realizam em torno dele. Tudo ilustrado com lindas fotos.

Foto de um habitante fofo que veio nos cumprimentar

Surpresas no caminho:

No vai e vem das escadarias encontramos um nicho de pedra com livros para doação. Aqui na Itália é muito comum encontrarmos esta prática. Você pode deixar um e pegar outro, mas encontrá-los num lugar tão inusitado foi realmente uma surpresa. Demais, né?

Livros em Palanzo

Onde comer:

  • Home Restaurant Palanzo – Via Derta, 07   

Foi devido às fotos de um charmoso restaurante chamado Home Restaurant Palanzo que achamos este burgo. Restaurante super-bem-conceituado e muito aconchegante. O menu é fixo com valor de 25 a 30 euros / pessoa, a depender do dia da semana.

Mas deixamos aqui também a sugestão de onde comemos antes de chegar em Palanzo. Fica em Nesso e é a beira do lago.

Ali você tem várias sugestões de pratos como pizza e massas variadas com preço acessível e vista 5 estrelas. Mas não se esqueçam de fazer a reserva antes. 

  • Tre Rose Nesso – Via Borgonuovo, 4  Nesso
Espaguete al Mare com Vôngole e Mexilhão

Gostou de conhecer Palanzo? Então, clique aqui e venha conhecer outra cidade medieval com um castelo super conservado e uma história de arrepiar.

Ou aqui para conhecer Argegno. Uma cidade medieval de casas de pedra e muita cor, as margens do Lago de Como. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *